“Coagir a atividade da Polícia Militar – enquanto nada se faz contra os grupos extremistas que estão destruindo bares, agredindo pessoas, fechando vias, jogando coquetéis molotov em casas e depredando comitês de adversários políticos, dentre outras atitudes milicianas típicas do bolivarianismo – se torna uma atitude bastante suspeita nesse momento.”

Coagir a atividade da Polícia Militar – enquanto nada se faz contra os grupos extremistas que estão destruindo bares, agredindo pessoas, fechando vias, jogando coquetéis molotov em casas e depredando comitês de adversários políticos, dentre outras atitudes milicianas típicas do bolivarianismo – se torna uma atitude bastante suspeita nesse momento.

Fonte: Tática de intimidação do MPF contra a polícia, em benefício das milícias, não pegou bem

Anúncios